ENCORE PESSOAL – CONCEITO

Antes de tudo, vamos deixar claro o significado da palavra ENCORE. Tão comum entre muitos e incomum entre outros.

Encore: É francês e significa “de novo, mais, ainda”.

A palavra foi emprestada do inglês, muito usada pela parte “extra” de  um concerto, depois do final oficial, que se faz a pedido da audiência. (fonte: Wikipédia)

Agora então, segue o baile.

Já há algum tempo, tenho acompanhado muitos perfis do instagram que fazem resenhas de livros e escrevem sobre. São os chamados “IG Literários”. Isso aconteceu devido a uma cadeia de fatos: Entrei num emprego novo, conheci um cara que tive uma conexão imediata, viramos amigos e descobri que ele além de ter um conhecimento absurdo sobre MUITOS assuntos, também era escritor. Fiquei fascinado por aquela imensidão de conhecimento e descobri que a fonte de tudo isso eram simplesmente, os livros.

[Pausa para conexão: “Somos o resultado dos livros que lemos, das viagens que fazemos e das pessoas que amamos.” (Airton Ortiz) – Essa frase passou a fazer mais sentido do que nunca.]

Tendo isso em mente, retomei essa prática que havia deixado de lado. Li alguns livros, postei minha singela opinião no instagram, daí então conheci os perfis literários. São pessoas que fazem um excelente trabalho, lêem vários livros por mês, fazem resenhas, postam histórias, escrevem nos seus blogs e muitas vezes, fazem isso dentre outras milhares de compromissos de meros mortais, assim como nós.

Sim, isso exige uma dedicação EXTRA a tudo que você já tem por obrigação, como trabalho, faculdade y otras cositas más.

Aí é onde entra o ENCORE PESSOAL.

 O ENCORE PESSOAL acontece quando você dedica o pouco do tempo que tem pra fazer algo que quer. Quando suas energias estão nas últimas, mas mesmo assim, você dá o seu BIS e se dedica àquilo que você acha importante. Independente do que seja e independente do motivo, você faz.

E esse aqui vai ser o MEU ENCORE PESSOAL. Aqui vai rolar aquele clima de final de espetáculo, o BIS da rotina diária, aquele sprint no final da maratona.

Espero que as experiências e pensamentos que pairarem por aqui, encontrem um rumo e sigam por um belo caminho até chegar a vocês!

~ Good Luck

~ Good Vibes

W/ Love – Ramon Barbosa

Anúncios

ELEMENTARY – END SEASON 3

download

Diferente das 2 temporadas anteriores, o fim da 3ª temporada não apresentou uma grande trama de mais de 1 episódio. Na primeira temporada foi a aparição de Irene Adler, o único amor na vida de Sherlock (que teve sua verdadeira identidade revelada). Na segunda temporada foram desvendados os mistérios de MayCroft Holmes, irmão de Sherlock, quem ele acreditava ser apenas um chefe de cozinha e dono de uma rede de restaurantes, se mostrou um agente ativo da MI6 – Inteligência Britânica.

Tendo isso, esperávamos que a 3ª temporada seguisse o mesmo ritmo, principalmente depois que Watson recebeu uma carta de Moriarty (verdadeira identidade de Irene Adler) no EP 15. No entanto, a trama de final de temporada ficou por conta de Oscar, “amigo” de Holmes na época em que ele havia acabado de chegar a NY e abusava do uso de heroína. Oscar teve sua primeira aparição no EP 16, quando ajudou a inocentar Holmes de um assassinato no qual ele era suspeito. Ao fim do episódio, Sherlock ofereceu ajuda a Oscar fazendo uma reserva na clínica de reabilitação na qual havia se tratado, mas ele ignorou. Era o que achávamos.

No último episódio, que incia-se com o desaparecimento de Alfredo (ex-padrinho de Sherlock na reabilitação), Oscar procura Holmes para ajudá-lo a encontrar sua irmã desaparecida e revela-se o sequestrador de Alfredo. É feito um acordo entre os dois e Sherlock se propõe a ajudar Oscar na busca da irmã e em troca, ele diria o paradeiro de Alfredo.

Enquanto Holmes e Oscar vão atrás das pistas de sua irmã, que usou a reserva que Sherlock havia feito na sua antiga clínica de reabilitação em nome de Oscar (viram como ele não ignorou?), Watson e o Detetive Bell foram seguindo as pistas de Alfredo. As coisas ficam difíceis para Sherlock quando ele é levado a um estande de tiro abandonado, usado pelos viciados locais como ponto de uso de drogas.

Ao longo de todo episódio, Sherlock é colocado à prova, com vários viciados e inclusive o próprio Oscar fazendo uso de Heroína próximo a ele. Porém, ele resiste até o último momento. Após seguirem mais algumas pistas, Holmes encontra a irmã de Oscar morta em um túnel e tem certeza de que Oscar já sabia disso. Quando questionado, ele revela seu plano: Na verdade, Oscar só queria expor Sherlock às drogas na esperança que ele tivesse uma recaída. Ele oferece a Sherlock seu suprimento para que ele experimente e ao mesmo tempo Watson entra em contato com ele informando que Alfredo já está bem. Com isso, Sherlock espanca Oscar e o deixa desacordado, mas sai de cena levando o estojo em que ele guardava sua heroína.

É válido lembrar que ao fim do último episódio da 1ª temporada, o Detevive Bell chega na casa Holmes dizendo aos guardas que estavam de plantão que um traficante havia acabado de ser espancado e roubado por Sherlock. Na verdade, tudo não passara de um plano para prender Moriarty quando ela o visitou no Hospital. Porém, dessa vez parece ser diferente. Tudo já estava resolvido e Sherlock havia acabado de passar por uma grande provação de sua sobriedade.

Na última cena, Watson vai até o telhado do sobrado onde Holmes está sentado sozinho. Ela tenta puxar conversa mas Sherlock continua sem falar. Watson diz que o patriarca dos Holmes já estava sabendo do ocorrido e estava a caminho de NY.

Para nós, meros expectadores, resta o benefício da dúvida! O que será que aconteceu? Sherlock manteve sua sobriedade intacta ou depois de tanto tempo, se permitiu usar mais uma vez? Essas são questões que serão respondidas só com a próxima temporada. Sendo assim, vamos esperar chegar ao NetFlix ou procurar algum link pra ver online!

Então é isso! Espero que tenham gostado da primeira matéria do blog! Aguardem que vem mais coisa legal por ai!

~ Good Look

~ Good Vibes

W/ Love – Ramon Barbosa